sexta-feira, 20 de abril de 2012

D.Quixote e os moinhos de vento ...

E continuamos à espera ...
Para pagar foi rápido ... o meu , o dos que não pagaram e até o dos que nunca vão pagar ...
Mas continua tudo encalhado (talvez porque vivemos numa orgulhosa terra de pescadores) , os advogados receberam adiantado, o tribunal encheu os bolsos...
Tentar saber noticias dos processos é o mesmo que tentar saber o numero de telefone de todos os habitantes Kazaquistão.
E os seguros pagaram impávidos e serenos uma factura que não parecem tentar recuperar.
Algo de estranho se passa ...


segunda-feira, 8 de novembro de 2010

domingo, 14 de março de 2010

A "justiça porno"

A "justiça porno" deve ser uma invenção portuguesa.: tiram-nos a roupa, deixam-nos de tanga, gememos e suspiramos ...sem termos participação activa no acto.
às resmas de jogo branco e tiros de pólvora seca, juntá-mos lágrimas salgadas...
à esperança e paixão de viver, juntá-mos o orgulho da razão
a cada desilusão e entardecer, oferecemos sonhos e fé ...

Porque somos gente(!)e acreditamos nas estrelas que brilham merecemos uma resposta.
A magia que nos protegeu não acontece duas vezes.

Por isso continuamos a aguardar...

domingo, 17 de janeiro de 2010

E Agora ???

Começo a ficar deprimido.
Os guardiões da justiça não tem maneira de atinar com as causas e apresentar a conta a quem de direito.
Os nossos cicerones de luxo continuam a seguir diligentemente a ordem natural das coisas.
Sem alma aparentam um colossal ar de cansaço...
Não podemos deixar continuar esta mistura medíocre de diz que diz de promessas e telenovela mexicana.
Preocupa-me o facto da justiça demorar a acontecer . Até porque podia-mos multiplicar os exemplos doutras ocasiões até a exaustão...

O Natal é para todos mas o braço célere e musculado da justiça continua a ser só para alguns

sábado, 21 de novembro de 2009

domingo, 15 de novembro de 2009

Dois anos passaram...

Justiça, continuamos a espera que aconteça
Por isso não expressamos um credível assomo de alegria quando se fala da dita cuja
Continuamos a espera de um sopro de inspiração que permita esclarecer uma experiência inesquecível.
Os ilustrados donos da justiça, continuam absorvidos nos fabulosos conceitos da lei e nos segredos guardados a sete chaves.
Por evidente contagio profissional, escondem-se nos emaranhados do tempo e no isolamento dos ficheiros secretos a espera que as vitimas se tornem dependentes do raptor.
O cenário mudou, mas o ponto de partida desespera por uma explicação crua e convincente.
A transição feita com massagens para o corpo e a alma criou esperanças de uma solução célere ...
Dois anos não foram suficientes? E três serão ? quatro talvez ?

Mesmo sem querer, eu já escolhi ....
Vou continuar a espera que o milagre aconteça ...

sábado, 25 de abril de 2009

THE END

17 meses e alguns milhões de Euros depois ...
Mas a luta continua, escondida nas catacumbas dos gigantes de pés ocos...
Nem sequer o príncipe com orelhas de burro consegue por ordem nos incompetentes triunfantes.

video

A felicidade segue dentro de momentos ...

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Mongongos e Matacanhas


Para quem a tem…


Dei comigo num triângulo da Beterrabas, feito de sofrimento, suor e lágrimas.
Um lugar medieval aonde homens com cabeça de melancia, dão a cada meia hora arrotos barulhentos, transformando num piparote os hereges em ratos. Na fábrica de chocolate prepara-se a chegada do dono da receita magica. O novo regedor vai moldar a teoria do Big Bang à sua maneira, e nem a bola de cristal da assembleia dos ratos vai desvendar os “mangongos” e as “ Super-matacanhas” que vão salvar o planeta. O regedor das duas caras vai mostrar sempre a melhor… Mesmo que 99.9% da máscara saia com água e sabão azul.
Por agora so nos resta tentar viver as cromices da vida moderna com dignidade e o melhor que pudermos...

de repente ouvi uma voz...
...Cabine Crew "Prepare for landing..."

sábado, 28 de março de 2009



Neste prédio crucificado e em vias de ressuscitar, andamos num cai-que-não-cai de datas, meias-verdades e promessas.
E como seres humanos e parvos são duas coisas incompatíveis deixo o alerta para todos os que ainda me perguntam se já estou na minha casa …
- Não, ainda não estou ….
- E também não sei quando estarei…
Depende da vontade e interesses de outros, e nem sequer interessa convence-los a serem mais rápidos a deixarem os lugares para outros... porque até agora todos tivemos sorte, muita sorte... mesmo muita sorte!!!
Mesmo a comunicação, que de social só tem a preocupação de vender desgraças alheias, continua condenada a papéis descartáveis, subalternos e invisíveis.
Apenas sei que o folclore das elites previligeadas continua, como num Carnaval atrasado à espera do beija mão real.

E quem não gostar mude de página, por favor

segunda-feira, 23 de março de 2009

Missão / Segurança... Objectivo / Prevenir e Proteger

Nunca pensei gostar tanto do Azul.
Côr do Céu e das águas, agora também poderoso e regulador.
Passei para o outro lado desta aventura, perseguido pela autenticidade de um aperto de estômago que demora a passar.
No contexto actual este azul é uma fonte abundante de emoções e poderes curativos, que pouco a pouco se transformam em pormenores de veludo-cereja e historias de encantar...

sexta-feira, 13 de março de 2009

Nova admnistração

A nova admnistração do predio criou o seguinte Blog e endereço de e-mail

http://www.paiva13.blogspot.com/
afonsopaiva13@gmail.com


Consultem para tomarem conhecimento das mais recentes novidades.

sábado, 7 de março de 2009

De volta para casa

A noite é de festa
E ela veste o luar
Me arrasta e me testa
Se sente uma superstar
E então pergunta
Se eu estou em paz
Eu digo sim:
I feel wonderful tonight...
De volta para casa
Cansados de festejar
Me deita me abraca
Me beija, não quer falar
And then I tell her as I turn off the lights
Darling, Estavas Linda até demais

quarta-feira, 4 de março de 2009

Toca a escrever..

Como de costume vamos falar do nosso prédio …

Chegou a altura de individualmente mas com pensamento colectivo resolvermos os nossos problemas.
Como dos fracos não reza a historia e o azedume não cria raízes, todos precisamos de ajuda nesta relação forçada com seguros e seus procedimentos.
É importante decidir na altura certa, com conhecimento de causa e análise das consequências porque neste momento todos estamos a perder, e não queremos perder mais.
Para que a experiência e conhecimento de alguns seja o amparo de todos, este desafio é de todos.

Vamos relatar a nossa experiência com as companhias de seguros …

O que correu bem, mal ou simplesmente não... correu!
A proactividade de algumas era só na teoria ou também na prática? e todos sabíamos o que esta(va) coberto pelo seguro?
Que companhias evitar no futuro ?

Toca a escrever ...

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

A Aflição da Zabelinha ...

Sempre que a Zabelinha arfava, o João-Mais-Que-Tudo tremia estarrecido.
As formas pesadamente arredondadas e sensuais deixavam antever um fim infernal, antecipando uma prolongada e dolorosa explosão.
O Golias tremia de medo,o Marco borrifava-se na procura da mãe, e nem a mala valia ao Sport Billy…
Mas nessa noite foi demais …
As feijocas e o regabofe de toucinho e entrecosto causaram tal desaforo que durante dois dias os gases letais se acumularam.
Até que explodiram.
A destruição foi total, à imagem de qualquer rua de Gaza depois das ameixas vindas do outro lado da fronteira.
A torto e a eito, foi um salve-se quem puder …
Mas a Zabelinha ficou aliviada ...
Os Vizinhos lamentaram os prejuizos, antecipando um vil e doloroso caminho.
A Policia da Junta e os donos da lei, estudaram o caso.
E deram o veredicto.

Arquive-se por falta personalidade juridica do Feijão, do Toucinho e do Entrecosto, ditou o ilustre magistrado !!!
Por ser fatiado nem sequer se consegue identificar o dono do porco.

E a pocilga dormiu descansada ...

domingo, 22 de fevereiro de 2009

O Perdigão perdeu a pena …

Com um claro défice de justiça, mitigada por um claro défice de atitude e responsabilidade temporal somos um pais claramente acomodado ao silêncio dos inocentes.
Reclamar e tentar fazer ouvir a voz da razão e da duvida parece que passou a odisseia e desporto nacional daqueles que sofrem na pele.
Perguntar " PORQUE " parece uma ofensa de bradar aos Céus, capaz de revoltar as catacumbas da ignorância e os sofistas da sapiência universal.
Envolvidos nas teias complicadas e subservientes do sistema, o tempo não para e as conclusões tardam .
Pasmados, com atributos de ignorantes, conformados com a súbita visibilidade da vampiresca imprensa não há mal que nos não venha …

Mas cuidem-se, porque também não há sorte que sempre dure …

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Obras de reparação estão concluídas (RR)

Quinze meses após a explosão no prédio da Praceta Afonso Paiva, em Setúbal, a empresa que procedeu à reconstrução do imóvel vai proceder hoje à entrega da obra.
"A entrega da obra, no que se refere às partes comuns, será feita hoje pela empresa Bel, do grupo Teixeira Duarte", disse o administrador do condomínio, adiantando que as chaves serão depois entregues aos proprietários dos apartamentos na reunião de condomínio marcada para o próximo dia 28 de Fevereiro. "A partir de agora os proprietários já poderão avançar com as obras necessárias nas fracções que foram afectadas pela explosão ocorrida a 22 de Novembro de 2007", acrescentou António Lameira. O responsável salientou ainda que o objectivo imediato da administração é conseguir a maior celeridade possível na realização da necessária vistoria dos serviços camarários, para a concessão das licenças de habitação, de forma a que os proprietários dos apartamentos possam regressar a casa ou iniciar as obras nas fracções afectadas pela explosão. Mais demorada deverá ser a resolução do problema dos automóveis destruídos, ou parcialmente destruídos, pelos detritos que voaram do prédio onde se deu a explosão. Durante a investigação concluída em Novembro do ano passado, em que foram realizadas centenas de diligências e várias perícias, a PJ de Setúbal constituiu arguidos três técnicos das empresas Setgás, Gasfomento e Ecatotalinsp. As três empresas estavam envolvidas na realização de testes preliminares da conduta central do prédio onde ocorreu a explosão, para a mudança do sistema de distribuição de gás propano para gás natural.
http://www.rr.pt/InformacaoDetalhe.Aspx?AreaId=11&ContentId=277565&SubAreaId=53

Setúbal: Reconstruído prédio que explodiu

Foram necessários 15 meses, mas finalmente estão concluídas as obras referentes às partes comuns do prédio da Praceta Afonso Paiva, em Setúbal, que explodiu no ano passado. A empresa que procedeu à reconstrução do imóvel vai entregar esta sexta-feira a obra.
A revelação foi feita pelo administrador do condomínio, António Lameira, que indicou que a empresa Bel, do grupo Teixeira Duarte, vai entregar hoje a obra.
Os proprietários dos apartamentos receberão as chaves numa reunião de condomínio marcada para o próximo dia 28 de Fevereiro.
"A partir de agora os proprietários já poderão avançar com as obras necessárias nas fracções que foram afectadas pela explosão ocorrida a 22 de Novembro de 2007", disse António Lameira, esclarecendo que o objectivo imediato da administração é conseguir a maior celeridade possível na realização da necessária vistoria dos serviços camarários, para a concessão das licenças de habitação, de forma a que os residentes possam regressar a casa ou iniciar as obras nas fracções afectadas pela explosão.
http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?contentID=3384C357-1C34-465D-8C47-3F52CCC0EADF&channelID=00000021-0000-0000-0000-000000000021

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Daqui já vejo a minha casa...


Daqui já vejo a minha casa...
E estou feliz,
Mas vamos ao que interessa, o ano novo!!!
Para mim o ano novo é chinês, e não estou a falar da geração espontânea de lojas do chinês, mas da paciência de Chinês que tem sido necessária para aguentar a humilhação de fazer de conta que nada aconteceu e que o responsável foi benzido pela protecção divina
Continuo à espera dos Reis do porreirismo Tuga, que num bocejar conseguem dizer quantos franceses usam cuecas, de que cores são, e até os signos do júri da Eurovisão da Turquia …
Mas não faz mal, porque …
Daqui até já vejo a minha casa !
E brevemente estarei muito mais feliz ...

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Está quase ...

Está para breve, promete e recomenda-se …

Este guerreiro de 12 andares dolorido e ferido mas não vencido,começa a ter outro jeito.
Nem sequer esta súbita anemia e carência de Ferro o deitou abaixo ...
Toneladas de Ferro e mais ferro, camiões de cimento sem fim, análises, estudos e regras ... isto tudo misturado com o burburinho organizado e profissional de quem percebe do oficio e acima de tudo respeita a sua profissão.
Há portas corta fogo, detectores, reforços de tudo e mais alguma coisa, novas regras de segurança, atitudes revistas e um luminoso renascer da alma.
Só faltam os detectores Anti Benfiquistas, mas não se pode ser perfeito…
Até os cabelos brancos provocados pelo desespero se transformaram em charme e sabedoria.
Vamos ter que ultrapassar um Ego do tamanho do Mundo, provocado pelo facto de irmos viver no prédio mais seguro da cidade, quiça do Distrito, até me atrevo a dizer de … Portugal.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Subornei as renas do Velhote para fazerem um desvio, porque pela segunda vez aproveitei esta ocasião para passar o Natal fora com a família…
Mas já avisei o Velhote que é a ultima vez !!!
No próximo ano, vai ter que pôr a cabeça no buraco apertado e entrar todo… porque não há chaminé que pare o Pai Natal !!!
Que neste Natal se acabem as tristezas do ano que termina…

Os meus votos de um Feliz e Santo Natal e Próspero Ano Novo

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

São Tomé, o cacau e o mapa do Ponto “G…”


Ainda andava S.Tomé na sua demanda pelo mundo dos vivos quando o cacau era só e apenas isso…
Com a evolução dos tempos o mundo subtil e espertalhão das luvas institucionalizadas, começou a utilizar a palavra cacau para mais do que receitas e deleites culinários, qual código mercenário catalisador de estrondosas sensações (G) …
Para um erudito como S.Tomé para se crer tem que se ver, logo, seguidores religiosamente apaixonados resolveram adoptar esta máxima.
Todos nós dependemos do ponto G(ALP), há quem diga que nem sequer é um ponto mas uma área… na minha opinião é apenas uma virgula que separa dos tentáculos cefalópodes espraiados pelo quotidiano.
Para os cientistas é o ponto contrário à Inércia, para os brasucas é o Ponto da Galera,
Para mim é o ponto G de GALP, Gás, Gasolina, Grave…obstáculo visível e real que nunca mais me deixou encontrar o quente, sensível ,universal e intimo ponto G

O ponto G exige muita calma, calma de Alentejano, mesmo muita …e acima de tudo paciência e delirante boa disposição

Até já comecei a fazer o Mapa….

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Um ano...

Está a chover …

Foi a chover que recebi a noticia …
Sons estranhos e momentos de aflição transformaram-me num àpice em "sem abrigo".
Rápidamente transformei o desespero em eterna gratidão …
Com o passar do tempo apercebi-me do que aconteceu e de que seguir o arco-íris era a única alternativa possivel…
As lágrimas há muito que secaram, perdidas na ternura dos afectos …
Mas escolhi acreditar e esperar por um final justo

Já foi há um Ano?
No próximo serei muito mais feliz… !!!

E aqui?…
... continua a chover

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

COMUNICADO POLÍCIA JUDICIÁRIA -19.11.2008

Conclusão da investigação à explosão de prédio em Setúbal

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, deu por concluída, no dia de hoje, a investigação desencadeada após a violenta explosão ocorrida no pretérito dia 22 de Novembro de 2007, quinta-feira, cerca das 18:30 horas, num prédio de habitação, sito na Praceta Afonso Paiva, no Monte Belo, na cidade de Setúbal. Não obstante a complexidade dos factos sob investigação e o difícil contexto atinente à danosidade patrimonial, social, psicológica que os factos encerraram - afectando cerca de meia centena de famílias de moradores e centenas de outros lesados - a investigação percorreu, ao longo de vários meses, um caminho que não poupou quaisquer esforços - de recursos humanos, logísticos e financeiros - com o fito de levar tão longe quanto possível, em termos de eficiência e de extensão, o trabalho e a acção desta Polícia, na recolha de prova material esclarecedora da verdade. Neste sentido, menos de ano decorrido sobre os factos, foi possível à Policia Judiciária/ DIC de Setúbal desenvolver cerca de quatro centenas de diligências de investigação e de recolha de elementos probatórios, entre as quais se destacam a prova testemunhal, documental e pericial carreada para o inquérito. Com efeito, realizou-se um trabalho investigatório exaustivo - pela defesa dos valores inerentes ao bens jurídicos aqui protegidos, a saber: a vida, a integridade física e os bens patrimoniais de valor elevado - onde se inseriram inspecções judiciárias, inquirições, interrogatórios, exames, perícias, buscas, apreensões, entre outros. Desde a primeira hora do dia 22 de Novembro de 2007, quinta-feira, e durante todo o fim-de-semana seguinte, a Polícia Judiciária permaneceu no local com uma equipa de inspectores, realizando uma minuciosa inspecção judiciária, através dos técnicos do Laboratório de Polícia Científica. Daí em diante e até ao dia de hoje, foram executados diversos exames a objectos e a vestígios recolhidos, foi recolhida prova pessoal, traduzida em mais de duas centenas de inquirições de testemunhas, foi desencadeada a realização de perícias de âmbito nacional e internacional, com elevado grau de tecnicidade e complexidade, executadas três buscas a empresas e apreendida diversa prova documental, entre muitas outras diligências de investigação e de recolha de prova, visando o cabal esclarecimento da verdade.
O inquérito em apreço - com onze Volumes, quatro Apensos e cerca de três mil e quinhentas páginas - foi agora remetido às Autoridades Judiciárias titulares, na Comarca de Setúbal, a fim de ser realizada a competente avaliação da matéria probatória reunida por esta Polícia Judiciária / DIC de Setúbal, com vista à produção de decisão.
19 de Novembro de 2008

http://www.policiajudiciaria.pt/PortalWeb/page/%7B66D4DF5A-F797-4B66-AFAF-49DD8B025C46%7D

Terminou investigação...

Terminou investigação à explosão de prédio em Setúbal19 de Novembro de 2008, 14:59
A investigação à explosão que ocorreu há quase um ano num prédio em Setúbal terminou. O inquérito em questão vai ser agora enviado para as Autoridades Judiciárias Titulares de Setúbal para que seja realizada uma avaliação e para que seja tomada a decisão.
A explosão ocorreu no dia 22 de Novembro de 2007, num prédio de habitação na Praceta Afonso Paiva, no Monte Belo, em Setúbal. A Polícia Judiciária, durante estes meses, procedeu à investigação deste caso que afectou meia centena de famílias de moradores e centenas de outros lesados.
Segundo a PJ, a investigação «não poupou quaisquer esforços» na procura de provas materiais para a apuração da verdade. No decorrer destas pesquisas a PJ desenvolveu 400 diligências de investigação e de recolha de provas, entre inquirições, interrogatórios, exames, perícias, buscas e apreensões.
Esta investigação teve início logo a partir dos primeiros momentos após a explosão, tendo as forças da PJ ficado no local durante os primeiros dias. Aí foram realizadas inspecções com a ajuda do Laboratório de Polícia Científica.
O dossier deste processo de investigação, que conta com cerca de três mil e quinhentas páginas, será entregue às autoridades judiciárias da Comarca de Setúbal.

noticia do SAPO
Achei importante.
Sónia Gato

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

As conclusões

A 20 de Novembro do ano passado, dois dias antes da explosão, os três arguidos foram ao número 13 da Praceta Afonso Paiva para fazerem um teste à coluna de gás instalada numa zona comum do edifício. Já tinham instalado gás natural num prédio vizinho e não foram registados quaisquer problemas. A Setgás e a Gasfomento, como responsáveis pelo fornecimento e instalação do gás natural, e a Ecatotalinsp, como verificadora das condições de segurança.
Durante o teste, terá havido uma fuga de gás propano, que se acumulou no 11º C, na altura vazio. Dois dias depois, quando a porta do apartamento foi aberta pelo morador, houve uma violenta explosão. Três andares voaram e o homem ficou soterrado debaixo de uma parede. As portas do elevador foram arrancadas. As ondas de choque atingiram prédios vizinhos e partiram montras a 80 metros. Não houve feridos graves. Mas a investigação apurou que não terão sido seguidos os procedimentos correctos e que houve negligência grosseira por parte dos técnicos envolvidos.
"Os técnicos limitaram-se a verificar se havia fugas na coluna e não havia. E se havia, já lá estava, não foram eles que a provocaram", diz o administrador da Setgás, Machado Ferreira. "Não detectámos qualquer erro nos procedimentos e sinceramente não consigo perceber o que é que aconteceu, Mas duvido que tenha sido do gás".
O funcionário sob suspeita continua a trabalhar normalmente. Nuno Nicolau, da Ecatotalinsp, confirma as buscas e a constituição de arguido "de um ex-colaborador" e não teme quaisquer pedidos de indemnização. "Não estamos envolvidos em nada que possa ser considerado crime". As três empresas continuam a trabalhar no distrito de Setúbal. Nem a autarquia nem os Serviços de Protecção Civil têm, legalmente, competência para fiscalizar ou auditar este tipo de obras.

sábado, 1 de novembro de 2008

01 de Novembro de 2008, 12:07

Setúbal: Relatório da investigação à explosão no prédio da Praceta Afonso Paiva deve estar concluído em Novembro - PJ
Setúbal, 01 Nov (Lusa) -- A Polícia Judiciária garantiu hoje que o relatório final da investigação sobre a explosão no prédio número 13 da Praceta Afonso Paiva, em Setúbal, ainda não está concluído, mas admitiu que "foram constituídos três arguidos".
"Trata-se de um processo complexo que ainda está na Polícia judiciária de Setúbal, em fase de elaboração do relatório final, e que esperamos dar por concluído durante o mês de Novembro", disse à Agência Lusa uma fonte da PJ.

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/b5d23513d9d42946132957.html

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Quem Sao ....

http://www.gasfomento.pt
Quem Somos
A Gasfomento foi criada em finais de 1995, em resultado de um processo de reestruturação da antiga empresa Gás de Portugal, com o objectivo especifico de contribuir para o desenvolvimento da indústria gasista, actuando quer como empresa de “demonstração”, quer assegurando o enquadramento de novas empresas instaladoras, para intervir essencialmente na conversão para Gás Natural do segmento denominado “Doméstico Existente”. Desde a sua criação e até meados de 2006, a Gasfomento funcionou como entidade instrumental da GDP – Distribuição, e em particular da empresa Distribuidora de Lisboa, a Lisboagás, tendo concorrido para atingir importantes objectivos no projecto nacional de Gás Natural.

Setgas - http://gasnatural.galpenergia.com/vPT/Top/QuemSomos/Paginas/SetgasSAEstruturaAccionista.aspx

Três técnicos suspeitos de negligência

Explosão do prédio em Setúbal

18:30 Sexta-feira, 31 de Out de 2008

A PJ já concluiu a investigação à explosão de um prédio em Setúbal. Dois técnicos de gás e um coordenador de operações foram constituidos arguidos. Três empresas foram alvo de buscas.

Um teste preliminar à conduta de gás terá estado na origem de uma fuga e da explosão que feriu 34 pessoas e destruiu três andares de um prédio em Setúbal. Três funcionários da Setgás, Gasfomento e Ecatotalinsp foram constituidos arguidos sob suspeita de negligência grosseira.
À luz do novo Código Penal, as empresas podem ser acusadas no processo e condenadas a pagar indemenizações.
O prédio explodiu a 22 de Novembro do ano passado e só agora começou a reconstrução. As seguradoras já avançaram com €1,3 milhões.

Leia mais na edição do Expresso

http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/440611

Três arguidos no caso da explosão

Três arguidos no caso da explosão
Dois técnicos de gás e um coordenador de operações foram constituídos arguidos no âmbito do caso da explosão de um prédio em Setúbal.
A investigação à explosão do prédio em Setúbal a 22 de Novembro culminou com a constituição de três funcionários da Setgás, Gasfomento e Ecatotalinsp como arguidos.
São dois técnicos de gás e um coordenador de operações acusados de negligência grosseira.
Um teste preliminar à conduta de gás terá estado na origem de uma fuga e da explosão que feriu 34 pessoas e destruiu 3 andares de um prédio em Setúbal, avança o jornal Expresso.
De acordo com o novo Código Penal, as empresas em causa podem ser acusadas no processo e condenadas a pagar indemnizações.

http://www.tvnet.pt/noticias/detalhes.php?id=36216
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=1036929

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Vai acontecer outra vez ???

A primeira grande explosão em Portugal, com origem em instalações de gás, ocorreu em Outubro de 1992, onde ficou destruída a fachada de um prédio em Miraflores com 13 andares e deixou duas dezenas de famílias sem casa. Este processo foi arquivado porque nunca foi identificado um responsável.

http://diario.iol.pt/noticias/gas-gas-natural-explosao-setubal-acidente/883498-291.html

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Quem espera…também desespera

Continuamos à espera ….
À espera que se descubra que foi uma explosão de gás …
À espera de saber quem,como e porquê ...
À espera da lendária competência das autoridades ...
À espera do resultado que vai guiar o resto das nossas vidas ...
À espera de saber a quem entregar a factura ...
À espera da nossa zona de conforto ...
À espera de noticias ...

Para grande surpresa de todos (os moradores claro), faltavam projectos, autorizações, aprovações…
Pagámos atempadamente à comunidade uma ilusória sensação de segurança.
Comprámos com o nosso suor uma encruzilhada de leis e obrigações só de um sentido…
Enquanto continuamos à espera, concluímos que vivemos num sitio perigoso e epidémicamente mal frequentado.
A Républica dos bananas e dos mortos-vivos demora tempo a reagir, e à mercê de um profundo autismo espera pela próxima tragédia .
Até a varinha de condão dos mais sonhadores e serenos se começa a adaptar à realidade, porque com tanta parcimónia ... quem espera…
também desespera

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Sr.Presidente da Caixa Geral Depositos…TENHA VERGONHA !!!


A obra já começou !!
Mas o dinheiro não chega .
A CGD ainda não pagou o valor que lhe foi atribuido relativamente a uma das fracções segurada na companhia de SEGUROS FIDELIDADE(CGD) e que é propriedade da CGD…
Outras instituições e particulares já o fizeram há muito tempo….
A atitude da CGD neste penoso processo é um lamentável exemplo de incompetência!!
São os Abutres que temos … só que os irracionais cumprem a sua função na comunidade, os teóricamente racionais espezinham-nos e empurram-nos para o abismo …
Por isso Sr. Presidente da CGD …. tenha vergonha e

PAGUE O QUE DEVE !!!!!!!!!!!!!!!